Londrina vence o Figueirense com gol no fim da partida

Foi sofrido, mas o Londrina deixou Florianópolis com muitos motivos para comemorar. Enfrentando o Figueirense fora de casa, a equipe paranaense precisou suar para superar a forte defesa dos catarinenses e vencer o duelo por 1 a 0, com um gol aos 36 minutos da segunda etapa.

No primeiro tempo, as equipes fizeram um duelo de marcação, mostrando todo seu poderio ofensivo. Com poucas oportunidades, o jogo ficou extremamente disputado no meio do campo, com os volantes e meias tomando conta da bola por mais tempo.

Já na segunda etapa, o Londrina começou a mostrar mais presença no ataque. Rafael Gava e Germano carimbaram as traves do Orlando Scarpelli antes mesmo dos 15 minutos. E o Figueirense respondeu à altura, com dois ataques incisivos, mas com chutes passando rente ao gol.

A partida seguiu a mesma toada até o fim. Trocando ataques, as equipes assustaram umas as outras. Mas os sustos se tornaram realidade até o trinador do Londrina, Cláudio Tencati, colocar Celsinho em campo. Com muita movimentação, o jogador conseguiu, enfim, tirar o zero do placar.

Em uma jogada pela linha de fundo, Alisson Safira cruzou para o meia que, de primeira, estufou as redes no Orlando Scarpelli. A vantagem londrinense se manteve até o fim da partida, garantindo a primeira vitória da equipe na Copa da Primeira Liga.

O próximo compromisso do Londrina pela Copa da Primeira Liga será no próximo dia 31, fora de casa, contra o Avaí. O Figueirense, por sua vez, volta a campo apenas no dia 24 de janeiro, encarando o Paraná, também longe de seus domínios.

Ficha do jogo: Figueirense 0 x 1 Londrina - Copa da Primeira Liga
Local: Estádio Orlando Scarpelli - Florianópolis (SC)

Figueirense: Thiago Rodrigues; Weldinho, Dirceu, Bruno Alves e Marlon (Guilherme Morassi - Intervalo); Josa, Juliano (Yago - 26’2ºT) e Everton; Elias (Marcus Índio - 40’2ºT), Bill e Anderson Aquino. Técnico: Marquinhos Santos.

Londrina: Alan; Lucas Ramon, Luizão, Marcondes e Igor Miranda; Germano, França (Bidia - 44’2ºT) e Rafael Gava (Júlio Pacato - 29’2ºT); Fabinho, Wellisson (Celsinho - 19’2ºT) e Alisson Safira. Técnico: Cláudio Tencati.

Gol: Celsinho (36’2ºT).

Arbitragem: Ronei Cândido Alves (MG); auxiliado por Breno Rodrigues (MG) e Douglas Almeida Costa (MG).