Internacional derrota o Fluminense e encaminha vaga às quartas de final

O Internacional de Porto Alegre é o segundo time praticamente garantido nas quartas de final da Copa da Primeira Liga nessa temporada, ao lado do Londrina (únicos times com seis pontos). Atuando em seu estádio, o Beira Rio, o time gaúcho não deu chances ao atual campeão Fluminense e, com gol de Charles, triunfou por 1 a 0.

Desde o início da partida, o Colorado mostrou que os cariocas não teriam moleza. E não demorou até que o placar saísse do zero. Aos 24 minutos do primeiro tempo, após um "bate e rebate" na área tricolor, Charles foi mais esperto e abriu o marcador.

Até o fim da primeira metade, as chances de gol diminuíram. Na volta do intervalo, o Inter passou a jogar mais fechado, atraíndo o Fluminense para o campo de ataque. Dessa forma, os cariocas tiveram boas chances para empatar o duelo.

Mesmo assim, não é fácil bater o Internacional no Beira Rio. E o placar final mostrou isso, com o 1 a 0 em favor dos donos da casa.

Com o resultado, os gaúchos chegaram à segunda vitória na competição, já que haviam derrotado o Brasil de Pelotas na estreia e, assim, ficam muito perto das quartas de final. No próximo dia 23, o Colorado visita o Criciúma em sua última partida na fase de grupos. O Tricolor, por sua vez, recebe o Brasil no dia 1º de março.

Ficha do Jogo: Internacional 1 x 0 Fluminense - Copa da Primeira Liga
Local: Estádio Beira Rio - Porto Alegre (RS)

Internacional: Danilo Fernandes; Alemão, Paulão, Klaus e Uendel; Anselmo Moraes (Carlinhos - 22’2ºT), Rodrigo Dourado, Charles e D’Alessandro; Valdívia (Andrigo - 19’2ºT) e Roberson (Diego Gonçalves - 35’2ºT). Técnico: Antônio Carlos Zago.

Fluminense: Júlio César; Renato da Silva (Danielzinho - 21’2ºT), Henrique, Ygor Nogueira e Léo; Orejuela, Luiz Fernando, Marquinho e Lucas Fernandes (Wellington - 01’2ºT); Osvaldo e Marcos Júnior (Maranhão - 16’2ºT). Técnico: Abel Braga.

Gol: Charles (24’1ºT).

Arbitragem: Marco Aurélio Fazekas (MG); auxiliado por Felipe Alan Costa Oliveira (MG) e Magno Arantes Lima (MG).